terça-feira, 25 de agosto de 2009

Dieta Sólida Pós Cirurgia Bariátrica

Buenas tardes, pessoal!
Tudo bem com vocês??? Hoje eu estou mais tranquila, por isso vou falar um pouquinho do padrão alimentar pós cirurgia bariátrica... uma paciente minha, de coração bem aberto, resolveu me mandar o que ela comeu assim que ela entrou na dieta sólida. Pra vocês entenderem melhor: essa paciente fez a técnica de Capella, ficou 30 dias na dieta líquida e quando eu dei a "carta de alforria" pra ela, ela resolveu se esbaldar! E eu chiliquei!!!!!! Hahahaha... segue abaixo um dia alimentar dela:
06h00 – 220ml água coco
o7h20 – ½ pão na chapa sem miolo com pouca manteiga
100mL de suco melancia sem açúcar
11h00 – 05 unidades de amendoim japonês
1 bala

13h30 – 1/3 filé de pescada frito
2 colh. sopa de arroz
2 colh. sopa de creme de espinafre
300 mL de suco melancia sem açúcar
15h30 – 1 mini chocolate
17h20 – 1 fatia fina queijo minas
½ bife frito no azeite
21h00 – 350mL água de côco natural
22h00 – 3 pedaços pequenos batata cozida com queijo minas

Bom, quais são os grandes problemas nesse dia alimentar????
Ai, ai, são vários... a começar pelo café da manhã: SEM PROTEÍNAS!!! Os alimentos fontes de proteínas são o carro chefe da alimentação pós cirurgia bariátrica... vários estudos científicos já demonstraram a importância de uma suplementação protéica e da deficiência protéica logo nos primeiros meses de cirurgia... por isso é essencial priorizar, especialmente nas refeições principais, os alimentos de origem animal, que são fontes de proteína! Produtos à base de soja (proteína de soja e leite de soja original) também são opções interessantes!!!!

No lanche da manhã vemos apenas alimentos que fazem "croc croc"... são os maledetos alimentos que esmigalham na boca... os veneninhos pós cirurgia! Eles descem bem, não dão muito trabalho pra mastigar e em compensão são paupérrimos em proteínas e riquíssimos em calorias... ou seja: o paciente come aquilo que "desce bem" e deixa de comer aquilo que é mais importante e rico em nutrientes essenciais!!!! A perda de peso é prejudicada e a ingestão protéica também!!! O tiro sai pela culatra!!!!!!!!!

No almoço, bem que dava pra diminuir o arroz, tirar o suco da refeição e lógico, aumentar o peixinho - se fosse cozido ou ensopado, melhor!!! É sempre importante evitar de beber e comer ao mesmo tempo... esse é um hábito nada saudável e deve ser totalmente desestimulado!!!

Lanche da tarde 1: um docinho... só calorias, gordura saturada e sem proteínas... ô tristeza!!
Lanche da tarde 2: proteínas, aê!!! Comer bife de tarde é meio bizarro, mas tudo bem... espero que no futuro isso não vire um repeteco de um almoço!!!! Será que ela jantou cedo, foi isso??? Espero do fundo do meu coração que sim!!!!

À noite: mais água de côco... devemos sempre lembrar que água de côco não é água!!!! A água de côco é uma bebida diurética, com poucas calorias, livre de gordura e com grande quantidade de potássio. Pra quem tem diabetes, hipertensão ou deficiência renal, o consumo de água de côco deve ser controlado devido à quantidade de sódio, potássio e outras substâncias, que podem agravar o quadro dessas doenças. Mas veja bem: ela pode estar presente dentro de um plano alimentar balanceado e em substituição a uma porção de fruta diária!!! Ou seja, não faça a festa da água de côco! Ela tem muitos minerais e isso pode acarretar em pedras nos rins, please!!!!

Mais à noite: batata com queijo... não é a melhooor combinação do mundo, mas melhor um carboidrato complexo do que um doce ou bolacha ou salgadinhos de pacote!!!!

O que é importante, antes de mais nada: de nada adianta operar se a gente não trabalhar a mudança de atitude e mudança de estilo de vida na nossa cabeça... se os pacientes fizerem exatamente a mesma coisa que faziam antes de operar, não há divindade religiosa que segure a perda de peso a médio e a longo prazo... se eu comer um pacote de amendoim e 2 milk shakes todo dia eu vou ganhar peso... e o paciente operado também!!!!!!!! As calorias dos alimentos não vão embora com o ar, rsrsrsrssss...

É importante pensar sobre todo o esforço que foi feito para se operar.... deitar na mesa, deixar o cirurgião passar a faca, toda a recuperação dolorosa, dieta líquida... pra simplesmente enfiar o pé na jaca e pôr tudo a perder é complicado!!!!!!!!
Think!!!!!!

5 comentários:

  1. Oi Amanda!!!!!!!!Adorei o Blog!Estou com 22 dias de operada e prestes a iniciar a fase sólida...concordo plenamente com vc,o último parágrafo disse tudo e mais um pouco,é muita função pra jogar tudo pela janela...Esta semana tenho consulta com a minha nutri de revisão e construção do cardápio sólido...se vc seguir a risca garanto q nem dá tempo de comer tudo no dia,rsrsrrs.Abraços!

    ResponderExcluir
  2. Estou com 32 dias de pós operatório, além da qualidade ser ruim, achei as quantidades um tanto quanto exagerada, sei lá, não sei se estou com medo da dieta sólida, acho que sim, mas as quantidades me assustaram

    Fátima

    ResponderExcluir
  3. Fátima, infelizmente não vou poder lhe ajudar pois a orientação depende muito segundo cada tipo de serviço... o mais importante nesta fase é a qualidade da dieta... abraços!

    ResponderExcluir
  4. Estou na dieta branda com 32 dias de operada, mas vômito demais e sinto dores, falta de ar, parece que estou entalada, alguém pode me ajudar e horrível, da até medo de comer.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Simone,
      Se vc vomita tanto assim, é preciso trabalhar 2 hipóteses: a falta de mastigação / orientação detalhada sobre o processo de se alimentar pós cirurgia ou estreitamento da passagem do alimento. Vc conseguiu avaliar as 2 hipóteses com o serviço que vc foi operada?

      Excluir