sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Catchup, Ketchup

O Catchup (também chamado de ketchup ou, menos frequentemente, de catchupe) é um condimento à base de tomate, muito usado para temperar batatas fritas, sanduíches e em algumas regiões do Brasil, em pizzas e até mesmo bifes à milanesa.
Acredita-se que o condimento tem sua origem na cultura chinesa, chamado de "ke-tsiap" que significa molho. Na Malásia, uma outra versão deste mesmo molho tem o nome de "kechap ou kecap manis", que significa gosto. Originalmente o catchup era semelhante ao molho de soja e ao molho inglês.

Mais tarde, durante a passagem dos holandeses pela região asiática no século 17, o molho chegou à Europa e foi levado aos EUA pelos britânicos; cem anos depois, quando chegou aos Estados Unidos, foram adicionados tomates e esse condimento ficou conhecido como molho de tomate com soja, na época um molho escuro e fino.
Os ingleses e americanos utilizavam a palavra catchup para uma infinidade de molhos onde o único ingrediente em comum era o vinagre.
Somente no século XIX o catchup tomou a forma que conhecemos hoje em dia, mais espesso e adocicado. Ou seja, o molho sofreu alterações e passou a ter como seu ingrediente principal o tomate e ele foi batizado definitivamente de "ketchup/catchup".

Ao contrário dos que alguns pensam, pelo menos 70% de qualquer catchup vendido em supermercados é uma base de suco concentrado de tomates concentrados. Os outros 30%, por outro lado, são condimentos que dão sabor ao produto como alho e vinagre, além do sal e açúcar.
Mas atenção!!! O catchup industrializado reza a cartilha dos produtos industrializados, ou seja, ele contém uma quantidade altíssima de aditivos industriais!

Parece que tem poucas calorias né??? Mas quem é que come apenas 01 colher de sopa rasa de catchup??? As 12g da tabela de cima correspondem à essa quantidade de catchup!!!! Normalmente a gente consome beeeeem mais que isso nas batatinhas fritas ou no X-Salada... e o que era 11 calorias, vira 22, 33, 44 calorias... e se eu como catchup 3x na semana, eu como mais de 500 calorias à mais por mês por puro "luxo" em comer sanduíches e carnes com catchup... no ano isso pode resultar num consumo extra de mais de 6300 calorias!!!! Faz diferença em um ano??? Ô se faz!!!!!!


Catchup Caseiro
- 5 kg de tomate maduro(s)
- 200 g de pimentão vermelho sem semente(s)
- 800 g de cebola
- 2 dentes de alho
- 1 colher (chá) de pimenta-do-reino branca em grãos
- 1 colher (chá) de pimenta da jamaica
- 1 colher (chá) de cravo-da-índia
- 2 unidades de canela em pau
- 1/2 colher (chá) de mostarda em pó
- 4 colheres (sopa) de açúcar mascavo
- 6 colheres (sopa) de açúcar
- 1 colher (chá) de sal
- 2 e 1/2 xícaras (chá) de vinagre branco

Corte os tomates e o pimentão. Bata-os no liquidificador ou processador e peneire para retirar as sementes e a casca. Volte ao liquidificador e bata com a cebola. Coloque o tomate, o pimentão e a cebola batida em uma panela e cozinhe em fogo baixo até reduzir em um terço do volume inicial. Em outra panela, misture o vinagre com o alho, a pimenta-do-reino, a pimenta da Jamaica, a canela e o cravo e cozinhe em fogo baixo por meia hora, deixando que os temperos soltem o seu sabor. Coe esse vinagre e acrescente metade da quantidade à panela dos tomates. Acrescente também a mostarda em pó, o açúcar e o sal. Ajuste os temperos ao seu paladar e se necessário acrescente mais vinagre, açúcar ou sal. Deixe esfriar, bata denovo no liquidificador e guarde em um recipiente limpo na geladeira.

Pelo menos com essa receita não temos conservantes, corantes, acidulantes... mas que vai açúcar vai! Por isso, diabéticos de plantão: muita atenção na hora de consumir essa receita!!!! E quem quer ter uma vida mais saudável ou quer emagrecer, comer grandes quantidades de catchup não vai ajudar em nada... ao contrário: atrapalha!!!!
Realmente, a maior preocupação em relação à composição do catchup é o teor elevado de açúcar. A sacarose representa entre 15% e 20% da composição do catchup convencional.

Essas seriam as famigeradas “calorias vazias”, que não agregam qualquer valor nutricional à alimentação, somente energia - o catchup fornece pouquíssimos nutrientes. Isso pode contribuir com a obesidade.
Pesquisadores já estudam substituir a sacarose do catchup por outro elemento de sabor idêntico e propriedades semelhantes ao aspartame, o que o tornaria menos “nocivo”.
A Organização Mundial da Saúde recomenda que a ingestão diária de açúcares não passe de 10% da parcela de alimentos energéticos consumidos todos os dias (parte que seria dividida entre o catchup e outras dezenas de produtos, como doces e até frutas). Isso porque nem comentei aqui sobre as quantidades de sal que o produto possui!!!!

O catchup faz parte da lista de alimentos que os gastroenterologistas e nutricionistas não recomendam para quem está com úlcera, gastrite ou sofre com refluxo/queimação no estômago. Isso é devido à acidez do tomate, base do catchup. Mas não vamos misturar as bolas: usando em pequenas quantidades, essas doenças não se desenvolvem em quem tem o estômago saudável.
Sem exageros no final de semana........ está chegando o final do ano e a "orgia alimentar" se aproxima..... ai ai ai.......

Fontes:

2 comentários:

  1. Olá! Estava procurando no google uma tabela de catchup e ele me trouxe ao seu blog! rs
    Criei recentemente um blog com amigos da faculdade sobre nutrição, e utilizei o rótulo postado aqui, colocando seu blog como fonte, espero q não se incomode!

    Também gostei muito da idéia deste blog, parabéns!

    Abraços

    Denise

    ResponderExcluir
  2. Amanda, muito legal essa receita ! Sabe me dizer quantos gramas rende o produto final ? Obrigado! Tiago.

    ResponderExcluir