sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Final de semana: É hora de comer MACARRÃO!!!


Oie pessoal, tudo bem???


Sexta feira à noite, tempinho mais ou menos aqui em São Paulo, eu, nutricionista cansadona, depois de tantas idas e vindas essa semana.... consultas desmarcadas, pacientes atrasados, corre corre de um lado para o outro... enfim, a chuva atrapalhou muita gente nessa semana!!!!

Pra quem não sabe, sou uma nutricionista profissional e uma cozinheira amadora - espero me tornar uma quituteira de mão cheia! Não sei quando, nem como, mas se eu conseguir adquirir os dotes da família Lobo eu vou estar beeeeem na fita, hahahaha!!!

Na minha família, sexta feira à noite é dia de massa... estranho né? Todo mundo come massa nos domingos com a vó, o vô que está morrendo de fome na sala e acaba dormindo no meio da conversa, o sobrinho que fica desamarrando o seus sapatos... enfim, desde que eu me lembro por gente, sexta feira à noite não rola comida, comiiiida... rola massa!!!
E eu, pessoa internauta navegadora assídua, achei essa pequena reportagem sobre massas, que deixo comentada em negrito!!!!
Enjoy the family, enjoy pastas and enjoy the life!!!!!!!!!!!

"Prepare um macarrão que vale por uma refeição completa (calma pacientes diabéticos, por favor!!! Sempre vale lembrar que é muito interessante para todos os diabéticos fixarem mais ou menos a quantidade de carboidratos ingerida nas refeições!!!)

Ele pode dispensar acompanhamento e ficar bem mais prático e saudável (por favor, saudável e prático, prestem muita atenção!!!)

O prato oficial do domingo tem má fama quando o assunto é dieta (e alimentação saudável) por combinar molhos calóricos que levam os ponteiros da balança às alturas. E mesmo quando as calorias são baixas e os molhos são escolhidos a dedo, surge outro dilema: o acompanhamento do macarrão derruba um dos seus principais benefícios, que é a praticidade do preparo (infelizmente isso eu tenho que concordar... muitas vezes é difícil comer com praticidade, preparar com rapidez e ter um prato sensacional, espetacular, delicioso e saudável!!).

Por ser um prato composto basicamente por carboidratos (viu pessoas do mundo do Diabetes!!!), faltam porções de legumes, vegetais, gorduras e proteínas para que fique equilibrado. Para fugir da função de ter que preparar as porções de acompanhamento e não prejudicar a qualidade nutricional do prato, a dica é tornar o macarrão turbinado, mas sem engordá-lo. "O macarrão pode passar de guarnição a prato equilibrado desde que seja uma refeição completa, com todos os grupos alimentares", explica Sheila Pasquarelli, gestora em Nutrição e Dietética do Hospital Unimed Santa Helena, em São Paulo (arrasou, brilhou colega!!! Falou pouco e falou bonito!!! Assino embaixo!!!). A especialista ensina as dicas para montar a combinação de forma simples e saudável.

Fugindo dos acompanhamentos: a melhor alternativa é acrescentar ao macarrão os ingredientes que vão deixá-lo enriquecido. A nutricionista recomenda adicionar carne, peixe ou frango ao prato (ou uma proteína vegetal, como a PTS - Proteína Texturizada de Soja), além de legumes e verduras que enriquecem a refeição (abobrinha, berinjela, brócolis arrasam juntamente com massas!!!). "Também é necessária uma pequena porção de gordura, como óleo de oliva ou de canola, e ervas frescas, tornando a composição nutricional adequada", diz Sheila. O alimento também permite criar outros pratos, como é o caso da lasanha, preparada com a massa do macarrão, que possibilita diversos recheios, como o frango. Uma possibilidade mais light poderia ser a substituição de algumas folhas de massa por abobrinha ou berinjela fatiada beeeem fininha! O prato fica menos calórico, gostoso e com toda certeza, mais equilibrado e saudável!

Massas ainda mais nutritivas: possibilitando inúmeras combinações, o macarrão ainda tem mais um aliado da dieta: a massa per se. Antigamente só encontrávamos as malfadadas massas com ovos no mercado... depois passamos a encontrar as massas grano duto e agora existe todo um leque de possibilidades, da tradicional à integral; ainda existem as massas enriquecidas com cereais, soja e cálcio, proporcionando uma alimentação mais saudável e nutritiva. Porém existe um alerta importante para aqueles que querem perder peso: a quantidade calórica das massas é muito parecida. Enquanto a massa tradicional possui 278 calorias em 80 gramas, a enriquecida com soja possui 277 calorias para a mesma quantidade, já a que leva cereais conta com 259 calorias. "O macarrão de cereais é feito com produtos integrais por isso a quantidade de fibras nesse macarrão é maior em relação às outras massas. O de soja e o de cereais são mais nutritivos que o tradicional, por causa das diferenças que apresentam em relação à massa feita com trigo convencional", explica a nutricionista. Quando optamos por uma dieta rica em fibras, priorizamos a saúde do organismo. A escolha está relacionada a uma diminuição do colesterol sanguíneo, além de fazer com que a glicemia aumente gradativamente, evitando picos de liberação de insulina. Com isso, a fome também demora mais para aparecer." Acrescento ainda o auxílio ao funcionamento do intestino e à uma maior facilidade em alcançarmos as recomendações de fibras para a população, que gira em torno de 25 - 30g/dia de fibras. Uma boa ingestão de fibras previne câncer de intestino, ajuda no hábito intestinal regular e como a minha colega disse, ajuda a encher barriga!!!!!! Em tempo ainda: nada como o bom e velho molho ao sugo! Menos calórico que o molho branco, o bonitinho ainda é rico em licopeno, que ajuda a prevenir câncer, especialmente de próstata!!! Colocar uma cenourinha nesse molho você ainda aumenta os carotenos da sua vida e nem percebe que tem mais nutrientes interessantes por lá, pois a cenoura neeeem interfere no sabor do molho!!!!
Bom final de semana!!!!!!!!!!!!
Fonte: http://yahoo.minhavida.com.br/conteudo/10104-Prepare-um-macarrao-que-vale-por-uma-refeicao-completa.htm

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Cachorro quente: dá pra ser mais magro???

Bom dia gente!!!!!

Hj vim trabalhar com minha boinha de braço! Que chuva é essa???? Ontem o dia virou noite e o sertão vai virar mar!!!!!!!!!

Tempestades à parte, acabei de achar uma matéria bem interessante sobre cachorro quente!
Ontem fui na festinha de aniversário de 2 anos do filho de uma grande amiga minha (bjinhos Bia!) e tinha (lógico) o cachorro quente por lá! Tudo bem que esses cachorros quentes de festinha de criança sempre são mais lights, pois estamos falando de comida pra criança! Tinha no máximo um catchup para acrescentar, ótimo!!!!
O gran problema são os dogs das pessoas grandes... esses sim são altamente calóricos!!! É cheddar, batata palha, purê de batata, milho, maionese, 02 salsichas... afeeeeee!!!!! Fiquei satisfeita só de pensar, rsrsrssss!!!!

Sem querer acabei entrando no site do Yahoo! que acabou postando essa reportagem sobre o cachorro quente, que eu deixo trechos comentados em negrito abaixo!!!

"No carrinho de rua, no supermercado, na lanchonete, nas festinhas infantis ou até mesmo em casa, o cachorro quente ou hot dog é um dos lanches mais populares entre adultos e crianças. Sua base é composta pela dupla pão e salsicha, mas a cada dia o brasileiro incrementa a receita com outros ingredientes. Recheios como purê de batata, milho, cheddar, ervilha, catupiry e até carne moída estão disponíveis. Em uma 'dogueria' de São Paulo será lançada a versão light, natural do cachorro quente, com queijo branco, salada, pão integral e salsicha (sonho da nutricionista! Só falta ser salsicha de frango sem corantes e com pouco sódio!!!!).

A grande desvantagem do cachorro quente se dá pelo fato dele ser um alimento muito rico em calorias (por causa das gorduras), carboidratos (por conta do pão, milho, batata, purê) e pobre em nutrientes, vitaminas e sais minerais, como cálcio e ferro, essenciais para o organismo. "O ideal é comer o lanche com moderação, para quem não tem outra opção", diz a nutricionista do MinhaVida, Roberta Stella (arrasou colega!!!! Uma vez por semana eu acredito que está mais do que bom... lógico que os diabéticos devem tomar mais cuidado e comer em intervalos mais espaçados, tomando muito cuidado com os complementos desse hot dog, que são fontes de carboidratos).

Quem gosta da versão mais enxuta do lanche pode ficar mais tranqüilo em relação ao ponteiro da balança, já que o que deixa o cachorro quente carregado de calorias são os seus acompanhamentos. "O valor calórico de um dog com uma salsicha, pão e molho simples é de 290 calorias, enquanto que, acrescido de purê de batata, maionese, mostarda, katchup, milho, ervilha, queijo ralado, batata palha, ele pode chegar a 580 calorias", explica a nutricionista Ellen Paiva (de grão em grão de milho e ervilha em excesso a galinha enche o papo MESMO! Os complementos, sem percebermos, dobram o valor calórico do lanche. Se uma pessoa saudável necessita de cerca de 2000 calorias ao dia, um 'lanchinho' da tarde desses pode corresponder a quase 30% das necessidades calóricas do dia, o que é muita coisa!).

Mas é a salsicha que merece atenção especial quando o assunto é a saúde. A protagonista do lanche é um alimento formado por diferentes tipos de carnes, em geral carne bovina e suína, e mais a proteína texturizada de soja. "Essa mistura também leva diversos corantes e conservantes, muitos à base de sódio, tornando esse alimento contra-indicado ao consumo constante (devido ao alto teor de sódio e gorduras). Além disso, conservantes como nitratos e nitritos, presentes em qualquer tipo de carne processada, estão diretamente relacionados ao desenvolvimento de câncer de intestino", diz Ellen Paiva.


Então donas de casa de plantão e amigos solteiros: nada de ficar comprando pacotes e pacotes de salsicha pra comer quando chega em casa com o famigerado macarrãozinho instantâneo ou com o pãozinho nosso de cada dia cheios de maionese, catchup e mostarda!!! Peça para a mamãe, namorada(o), noiva(o), amiga(o), empregada, avó, cozinheira fazer uma carninha moída pra vc deixar congelada ou dentro da geladeira e fazer uma refeição com uma fonte de proteínas mais saudável.... e nada de encher de tantos complementos!!!!

Fonte: http://yahoo.minhavida.com.br/conteudo/10076-Deixe-o-cachorro-quente-mais-saudavel-para-a-sua-dieta.htm