quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Receita: "Frango Completo" - Excelente opção para os pacientes pós cirurgia bariátrica!

Bom dia pessoal!
Que chuva... acho que nunca mais vai fazer uma semana completa de dias ensolarados e quentes em São Paulo!!! Poxa....

Bom, esse final de semana eu arrasei (modéstia parte) na hora da preparação de um frango com molho de tomate e vários complementos muuuito interessantes!!!! A receita "surgiu" na minha cabeça e eu concluí que não tinha como não ficar gostoso e saudável... o que "pegou" foi cozinhar em pouco tempo... lógico que o mais interessante seria comprar os legumes, cozinhá-los e picá-los, mas estava no meio do feriadão, por isso que eu acabei "roubando na receita" e usando enlatados... mas aferventei, viu????

Vamos à receita???
- 600 g de peito de frango cortado em cubinhos pequenos;
- 01 lata de feijão branco Bonduelle (aferventada para tirar o excesso de sal);
- 01 lata de seleta de legumes (também aferventada);
- 01 caneca de PTS (proteína de soja texturizada);
- 02 colheres de sopa de extrato de tomate;
- 01 cebola picada;
- 01 dente de alho picado;
- 02 tomates picados grosseiramente;
- Sal à gosto;
- Shoyu à gosto (para hidratar a PTS).

Antes de mais nada é necessário hidratar a PTS (01 copo de proteína para cada 4 copos de água quente; deixar 30 minutos descansando). Minha dica é colocar um pouquinho de shoyu nessa água para dar uma corzinha e um gostinho na proteína de soja. Enquanto hidrata, pique a cebola e o alho e refogue em uma caçarola.
Acrescente o peito de frango em cubinhos e deixe cozinhar em fogo médio. Acrescente o tomate picado e deixe cozinhando....
Após a hidratação da proteína de soja, escorra a mesma em uma peneira e aperte com uma colher para retirar o excesso de água. Coloque a PTS na panela do frango, mexendo bem para agregar os sabores.
Depois que o frango estiver bem cozido, acrescente a seleta de legumes, o feijão branco e as 2 colheres de sopa do extrato de tomate para dar aquela corzinha que faz falta!!!!
Não deixe secar demais a água, pois o frango pode ficar ruim para mastigar depois! A idéia é ficar um molhinho de tomate junto!!!!
Corrija o sal e sirva com um pouco de arroz integral!

Um prato bem completo, cheio de proteínas magras e legumes! Tudo fica pronto em menos de uma hora!
Fiz essa receita na segunda feira do feriado e rendeu 2/3 de caçarola.... pelo fato de ser um prato com alta concentração de proteínas, acaba-se por ficar bem satisfeito com pouca quantidade!

Para os pacientes de cirurgia bariátrica que já estão craques na mastigação, é uma opção interessantíssima!!!!

Como eu fiz o frango, o patê de berinjela fica pra esse final de semana!!!!!!!!!

Tenho um aniversário de uma grande amiga no sábado (e ela vai fazer numa pizzaria, pode?). Na volta, falo um pouco mais das melhores opções dentro de uma pizzaria para quem está fazendo dieta ou que quer ter uma alimentação mais saudável.... ai ai.....

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Dia Mundial da Alimentação - 16 de Outubro

Bom dia pessoal!
Nada como começar a semana com uma boa reflexão.... nesta semana comemoramos o Dia Mundial da Alimentação!
Para muitos países como o Brasil, é tempo de avaliar e buscar meios para a erradicação da fome e pensar cada vez mais no combate à obesidade.
FOME: Para se ter uma idéia, o número de famintos teve um incremento recente de 105 milhões, passando a alcançar 1 bilhão de pessoas em todo o mundo, segundo a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO). Para combater a fome, a FAO prevê a necessidade de aumentar a produção alimentícia em 70%, a fim de alimentar os cerca de 2,3 bilhões de pessoas a mais que teremos no mundo até 2050.
No Brasil, em 1974-1975, o problema da falta de peso atingia 7,2% da população masculina e 10,2% da população feminina. Em 1989, as taxas recuaram para 3,8% e 5,8%, respectivamente. O último estudo, o índices caíram para 2,8% entre os homens e para 5,2% entre as mulheres, o que resultou em 3,8 milhões de adultos desnutridos.
Aqui na terrinha verde e amarela diversos eventos serão realizados para comemorar a Semana Mundial da Alimentação, de 11 a 17 de outubro, abordando o tema “Alcançar a Segurança Alimentar em Época de Crise”. Aprovada por unanimidade no Senado, a Proposta de Emenda Constitucional 047/2003, de autoria do senador Antônio Carlos Valadares, foi aprovada em dois turnos no Senado e por unanimidade em Comissão Especial. Ela inclui a alimentação entre os direitos sociais de todos os brasileiros. A matéria segue agora para votação em plenário, em dia a ser definida pela Mesa Diretora da Casa. Pelo regimento, ela precisa ser votada em dois turnos e necessita de 308 votos em cada turno, dentre os 513 deputados federais.
OBESIDADE: como conseqüência de novos e piores hábitos alimentares, os brasileiros engordaram ao longo das últimas três décadas, indicou a segunda parte da Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF) 2002-2003, feita pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em conjunto com o Ministério da Saúde.
Segundo o levantamento, o país tem cerca de 38,6 milhões de pessoas com peso acima do recomendado, o equivalente a 40,6% de sua população adulta. Deste total, 10,5 milhões são obesos. Por outro lado, a exposição à desnutrição, pelo conceito da necessidade diária de ingestão de calorias, diminuiu.
Uma pesquisa realizada entre 1974 e 1975 revelara que o percentual de adultos acima do peso era menor - de 18,6% entre os homens e de 28,6% entre as mulheres. Vivendo num país mais urbanizado, o brasileiro trouxe para a mesa de casa mais itens industrializados e processados e ingeriu mais gorduras e um nível elevado de açúcar. Além disso, o consumo de frutas, legumes e hortaliças permaneceu muito baixo e inferior às recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS).
Nas famílias brasileiras de todas as classes e de todas as regiões persiste o alto consumo de açúcar, principalmente de refrigerantes, e o baixo consumo de frutas e hortaliças. E muita gordura – alertou a coordenadora de Índices de preços do IBGE, Márcia Quintslr. O relatório apontou que o problema do excesso de peso não é mais exclusividade das pessoas com renda mais alta e que há mais gordos que magros na população de baixa renda. Entre os 20% mais pobres do país, 27% dos homens estão com peso acima do adequado e 9,5% com falta de peso. Já entre as mulheres de baixa renda, 38,2% estão com excesso de peso e 6,6% com peso inferior ao recomendado.
Conclusão: vivemos num país com os 2 lados da moeda. De um lado temos que olhar por indígenas desnutridos, crianças comendo fubá misturado com água para matar a fome e do outro crianças tão obesas que não conseguem brincar na escola, devido à falta de ar e a falta de agilidade e adolescentes tomando medicação para o colesterol alto devido à excessos e erros alimentares.
É hora do nutricionista ser mais valorizado e reconhecido pela sociedade como um profissional capaz de ajudar essa cena que temos pintada na nossa frente.