segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

RESVERATROL - Parte I: O que que é isso?????

Boa noite pessoal! Tudo jóia??? Tive há umas 02 semanas uma pergunta de um leitor ilustre do blog a respeito do Resveratrol... com certeza a pergunta é uma pedra no meu sapato, ainda estou pesquisando para dar uma informação mais consistente à respeito deste composto natural, encontrado nas uvas, que ajuda na prevenção de câncer e doenças cardiovasculares!

Mas antes de mais nada, vamos fazer propaganda alheia: quem fez a pergunta foi o Inspetor Saúde, Professor Cláudio Lima (http://professorclaudiolima.blogspot.com/), que possui um quadro na TV Jangadeiro, associada ao SBT lá no Ceará, com também na TV Difusora, no Maranhão!!! >>>> cadê minha comissão Professor Cláudio???? (rsrsrsrssss...)...


Batendo um papo pelo MSN, ele me chegou com a seguinte pergunta: qual a duração do resveratrol no vinho após aberto???? Eitcha perguntinha, viu????

Mas antes de mais nada, vamos começar por partes: o que é esse tal de resveratrol??? Porque todo mundo fala que tomar vinho tinto é bom????
Bom, tomar VINHO TINTO é bom... não estamos falando de caipirinha, cerveja, whisky, tá??? Conheço algumas pessoas que falam que o "médico liberou a bebida alcoólica" e não é bem assim... estamos falando de vinho!!!!!!!!!!! E olha: alguns estudos estão mostrando que o suco de uva tinto sem açúcar também tem benefícios ao coração!!! Se você não é de tomar vinho, fica no suquinho de uva!

O Resveratrol é um polifenol: é um tipo de molécula que possui um anel aromático e uma ou mais hidroxilas ligadas à ele... o polifenol é um tipo de fenol, uma categoria química, que possui então vários anéis aromáticos com hidroxilas ligadas, jesuis!

Os polifenóis são encontrados principalmente nas cascas e nas sementes das uvas e, logicamente, no vinho. Entre os polifenóis, está o bendito resveratrol, produzido naturalmente pelas plantas com o intuito de protegê-las de fungos, pragas e bactérias. Como disse, o resveratrol ajuda a combater os radicais livres e a reduzir os riscos de alguns tipos de câncer, doenças cardiovasculares e AVC, por exemplo.

Quanto seria o consumo saudável de vinho tinto?
A Associação Americana de Cardiologia (AHA - American Heart Association) ressalta que os homens podem consumir dois drinques/doses por dia e as mulheres um drinque/dose por dia. A AHA recomenda conversar com os profissionais da saúde métodos para reduzir o colesterol e a pressão arterial, controlar o peso e praticar atividade física suficiente, seguindo uma dieta saudável. Não há prova científica de que beber vinho ou outras bebidas alcoólicas podem substituir as medidas convencionais. Continuando o posicionamento da AHA sobre o assunto: álcool ou algumas substâncias como o resveratrol encontrado nas bebidas alcoólicas podem impedir que as plaquetas do sangue grudem umas nas outras, o que pode reduzir a formação de coágulos e diminuir o risco de derrames ou ataque cardíaco. Como a maneira que o álcool ou vinho afetam o risco de doença cardiovascular ainda estaão sendo estudados e merecem mais pesquisas, atualmente a American Heart Association não recomenda beber vinho ou qualquer outra forma de álcool para obter estes benefícios potenciais.

Já a Sociedade Brasileira de Cardiologia é mais enfática sobre a quantidade de álcool (etanol) que podemos comsumir para prevenir hipertensão. "Tendo em vista a controvérsia em relação à segurança e ao benefício cardiovascular de baixas doses [de álcool], assim como a ação nefasta do álcool na sociedade, devemos (...) ingerir bebidas alcoólicas que não ultrapassarem 30 g de etanol ao dia, para homens, de preferência não habitualmente, sendo a metade dessa quantidade a tolerada para as mulheres".
Ou seja, isso significa que 30 gramas de etanol são correspondentes a 02 latinhas de cerveja ou 02 taças de 150 mL de vinho ou 02 doses de 30 mL de destilados (whisky, pinga...).

Resumindo: 01 taça de vinho ao dia para mulheres e 02 para homens, caso o consumo já seja habitual, ok! O que as sociedades de cardiologia deixam bem claro é que não devemos começar a beber diariamente sem pensar em dieta, atividade física, cuidado com o peso pensando na prevenção de doença cardiovascular!  

Vou dar uma pequena pincelada na pergunta chave do Professor Cláudio: "qual a duração do resveratrol no vinho após aberto????" Segundo o site da União Brasileira de Vitivinicultura (http://www.uvibra.com.br/), após aberto, o vinho mantém suas propriedades, podendo perder aroma e quantidade de álcool. Por via das dúvidas, é melhor consumir o vinho até 48 horas depois de aberto.
Será que deu pra começar a responder a pergunta????

Parte II do Resveratrol vai sair do forno...


Fontes: