quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Cranberry - Essa frutinha vale a pena??

Olá pessoal, tudo bem???
Vira e mexe a gente tem sempre algum alimento ou fruta em "alta"... teve o óleo de coco, a chia, a linhaça e agora vejo muito sobre as frutas vermelhas! Quem "encabeça o esquema" é a Goji Berry, mas hoje eu não vou falar dela não! 
Meu foco vai ficar na Cranberry... bom, essa frutinha vermelha é bem comum nos EUA.... aqui diz a lenda que ela tem outro nome conhecido (???) que é o oxicoco, rsrsrs.... na boa, pra mim oxicoco parece sabão em pó com partículas que removem a gordura!!! 
Piadinhas à parte, ela está sendo muito encontrada por aqui na forma de sucos (há algumas semanas a Sufresh lançou sua versão de suco de cranberry) e até mesmo desidratada. Até na forma natural a gente consegue encontrar! 
E porque suco de cranberry?? Bom, as frutinhas são ricas em proantocianidina, substância indicada em alguns estudos como sendo muito mais potente que a vitamina E (de 15 a 25 vezes mais) para inibir a aderência de bactérias do tipo Escherichia coli na mucosa da bexiga, combatendo as infecções do trato urinário! Bacana demais né??? Quem tem infecções recorrentes pode testar o tratamento com o suquitcho!

Mas muita atenção!! O suco da frutinha ainda é rico em oxalato, uma substância que pode atrapalhar a absorção de nutrientes e piorar o quadro de cálculo renal (pedras nos rins) de quem tem predisposição, uma vez que as pedras são formadas principalmente pela combinação de oxalato com cálcio. Por conta disso a ingestão máxima recomendada do suco de cranberry para pessoas com histórico da doença deve estar bem estabelecida pelos profissionais de saúde! Não tome um litro por aí sem recomendação!! 
Essas proantocianidinas das cranberries também podem auxiliar a saúde bucal, impedindo a ligação das bactérias nos dentes, segundo estudos americanos... aparentemente elas também podem ser benéficas na prevenção de doenças na gengiva!!
Acabei pesquisando bastante e existem algumas evidências do uso de cranberries na saúde cardiovascular e até mesmo redução de alguns tumores, como o de próstata... lógico que existem estudos, mas temos que ter muito cuidado e parcimônia ao afirmar que essas frutas fazem todos os milagres possíveis e imagináveis... 
Alimentação saudável sempre, frutas vermelhas sempre bem vindas!! 

Fontes:

quarta-feira, 10 de setembro de 2014

E agora? Meu familiar está com dieta enteral!


Oi pessoal! Tudo joia? Pois é, a volta dos que não foram! O tempo é curto, a vontade de escrever é grande! Por isso estamos aqui para abordar hoje um tema não muito famooooso na nutrição do público em geral que é a Nutrição Enteral.
Há umas duas semanas fui dar uma aula e acabei falando da tal Nutrição Enteral e lembrei que isso nunca foi abordado com foco por aqui!!
Mas afinal das contas, o que é isso??
Bom, a dieta enteral nada mais é que uma alimentação pronta para ser passada por uma sonda.... E pra quê???
Ela é usada quando o paciente não pode (ou não consegue) se alimentar ou não consegue atingir suas necessidades nutricionais através da alimentação convencional.
Querem um exemplo? Pensem num paciente que sofreu um acidente de carro e está em coma no hospital... Ele não consegue comer porque está em coma, certo?
Mas vocês ficam sem comer por 2, 3 dias? Uma semana? Eu não consigo ficar mais de 5 horas sem comer!! 

                                         


E o paciente que não consegue comer precisa ser alimentado!!! São nos nutrientes que ele vai tirar o que ele precisa para recuperar tecidos, por exemplo, junto com todo apoio dos medicamentos!! 
Por isso que muitas vezes os pacientes vão de alta do hospital para casa com a tal da sonda de dieta enteral... O paciente pode estar clinicamente bem, mas ainda não consegue ou não pode comer pela boca de forma "regular".
Algumas sondas são passadas pelo nariz e chegam até o estômago ou intestino... Essas normalmente são usadas por períodos mais curtos de tempo, tipo um mês.... Mas caso o paciente precise ficar muito mais tempo de sonda (como é o caso dos pacientes que tiveram um derrame e não vão mais se alimentar sozinhos) existe a tal gastrostomia. Essa gastrostomia é uma sonda que é colocada diretamente no estômago do paciente, dentro do hospital mesmo!
E o que dar pela sonda??
Bom, existem as dietas caseiras e as dietas industrializadas.... A dieta caseira é como se eu batesse arroz, feijão, bife e salada no liquidificador, coasse e passasse na sonda... Ela é um pouco trabalhosa e requer muita atenção de quem faz... Higiene e qualidade são essenciais!!! Não adianta dar "água de cozimento de batata" para os pacientes... Todos merecem uma alimentação equilibrada!!!
As versões industrializadas atualmente possuem um preço mais acessível e garantem a tal qualidade nutricional... Ou seja: nada de água de batata para o paciente!!
Desnutrição e má alimentação só pioram o quadro clínico do paciente... Se vocês tiverem alguém que vai começar uma dieta por sonda em casa pensem que todos precisam de uma alimentação saudável e equilibrada... Por boca ou por sonda!!!